O PRIMADO DO AMOR NA AMORIS LAETITIA: APROXIMAÇÕES À TEOLOGIA DE DUNS SCOTUS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v53n1p99/2021

Resumo

Este artigo analisa particularmente a exortação apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia, situando-a na mesma linha que outros textos promulgados pelo Papa Francisco, que priorizam a caridade em relação à verdade. Tal preferência aproxima o magistério deste pontificado da tradição filosófica e teológica chamada Escola Franciscana, especialmente na pessoa de João Duns Scotus, considerado um pensador à altura de Tomás de Aquino. O pensamento escotista, devido às suas importantes diferenças, representa uma alternativa em relação ao tomista. Em Amoris Laetitia, o Papa Francisco apresenta continuidade doutrinal com o magistério papal anterior, mas inova ao ressaltar mais o amor conjugal do que os aspectos canônicos do sacramento do matrimônio, o que abre espaço para novas práticas de pastoral familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-04-29

Como Citar

ALMEIDA, Juliano Ribeiro. O PRIMADO DO AMOR NA AMORIS LAETITIA: APROXIMAÇÕES À TEOLOGIA DE DUNS SCOTUS. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 53, n. 1, p. 99, 2021. DOI: 10.20911/21768757v53n1p99/2021. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/4651. Acesso em: 18 jul. 2024.