SANTA TERESA DE ÁVILA: 50 ANOS DOUTORA DA IGREJA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v53n3p701/2021

Resumo

O presente artigo tem como objeto a declaração de Santa Teresa de Ávila como Doutora da Igreja, em 1970. Aprofunda alguns significados deste acontecimento para a teologia e, especialmente, para a relação entre este saber e as mulheres. Inicia apresentando a figura de Santa Teresa a partir de algumas características da sua humanidade, em consonância com a homilia de Paulo VI na proclamação da Doutora da Igreja. Em seguida, traz aspectos históricos da importância da doutrina teresiana para a espiritualidade cristã. Explicita os fundamentos teológicos que possibilitaram o reconhecimento do doutorado das mulheres, no século XX, e dá as razões do doutorado teresiano, em contraste com a misoginia experimentada pela Santa em seu tempo histórico. Finaliza com os desdobramentos deste acontecimento para a teologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-21

Como Citar

PEDROSA-PÁDUA, Lucia. SANTA TERESA DE ÁVILA: 50 ANOS DOUTORA DA IGREJA. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 53, n. 3, p. 701, 2021. DOI: 10.20911/21768757v53n3p701/2021. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/4760. Acesso em: 18 jul. 2024.