A CONSTRUÇÃO DA FRATERNIDADE E DA AMIZADE SOCIAL À LUZ DA TEOLOGIA BIBLICA DA FRATELLI TUTTI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v54n1p227/2022

Resumo

O artigo tem como objetivo refletir sobre os conceitos ἀγαθωσύνη (agathosyne [FT, n. 112]) e χρηστότης (chrestotes [FT, n. 223]). Busca-se entender as bases bíblicas e a Teologia Bíblica da Fratelli Tutti, bem como a intuição bíblica de Francisco ao indicar as virtudes da benignidade e da bondade (Gl 5,22), como caminho para a fraternidade e a amizade social. É importante entender as bases bíblicas, explícitas e implícitas, bem como o fio condutor da Teologia da Fraternidade presente na Fratelli Tutti, a fim de perceber a missão que o Cristianismo tem diante da atual crise de amor fraterno entre as pessoas e entre os povos. Francisco indica estas duas virtudes como via privilegiada para a edificação da fraternidade e para o cuidado da casa comum, convidando a humanidade a superar a lógica do sócio e a entrar na lógica do irmão (FT, n. 101-105). Após realizar um estudo das bases bíblicas da Encíclica, busca-se fazer uma análise do texto paulino de Gl 5,22, no qual Francisco indica dois frutos do Espírito para a edificação da fraternidade e do bem. O estudo revela que Francisco tem diante de si a tradição bíblica judaico-cristã, bem como a realidade e os desafios hodiernos da falta de benignidade e de bondade. Ademais, convida a Igreja e a sociedade em geral para refletir sobre a gravidade do risco em que se encontra a humanidade, a fim de buscar saídas para a superação da atual crise de solidariedade entre as pessoas e entre os povos.

PALAVRAS-CHAVE: Solidariedade. Benignidade. Bondade. Paz. Justiça.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-01

Como Citar

GONZAGA, Waldecir. A CONSTRUÇÃO DA FRATERNIDADE E DA AMIZADE SOCIAL À LUZ DA TEOLOGIA BIBLICA DA FRATELLI TUTTI. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 54, n. 1, p. 227, 2022. DOI: 10.20911/21768757v54n1p227/2022. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/4986. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos