PAPA FRANCISCO E O DESAFIO DA INTROVERSÃO ECLESIAL: DE ONDE ELE VEM? PARA ONDE ELE VAI?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v54n3p703/2022

Resumo

RESUMO: O artigo focaliza a recepção da reforma eclesial do Papa Francisco e seu insistente apelo a uma abrangente conversão pastoral, conforme delineada na Evangelii Gaudium. O autor apresenta as reformas como radicadas na identi­dade e na missão da Igreja de evangelizar no sentido mais pleno da palavra, tal como entendida nos ensinamentos do Concílio Vaticano II e desenvolvidas pelo magistério que se seguiu. O autor aborda o ambiente tóxico criado pelas mídias sociais, fonte primária de desinformação e atemorizante desorientação, que geram crescente resistência e polarização entre algumas lideranças eclesiais e entre fiéis. A resistência em aceitar a notável visão eclesial do Papa Francisco, por parte de alguns setores da Igreja, gira em torno de um tipo de reação nociva que o Papa São João Paulo II chamou de introversão eclesial. O desconhecimento e até mesmo a estranheza em relação às raízes latino-americanas e jesuíticas de Francisco, bem como à herança de Medellín e das posteriores assembleias do CELAM, explicam pelo menos em parte o desafio que as audazes reformas de Francisco lançam à Igreja de todo o mundo.

PALAVRAS-CHAVE: Mídias Sociais. Conversão Pastoral. Introversão Eclesial. Sinodalidade. Discernimento Eclesial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-12-28

Como Citar

DECK, Allan Figueroa. PAPA FRANCISCO E O DESAFIO DA INTROVERSÃO ECLESIAL: DE ONDE ELE VEM? PARA ONDE ELE VAI?. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 54, n. 3, p. 703, 2022. DOI: 10.20911/21768757v54n3p703/2022. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/5005. Acesso em: 19 jul. 2024.