RUBEM ALVES: DO GIRO MÍSTICO DO PROTESTANTISMO AO GIRO PROTESTANTE DA MÍSTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v55n1p277/2023

Resumo

O protestantismo é, para Rubem Alves, uma espécie de arché, um princípio mobilizador e inventivo, uma potência de insubordinação criadora. Tal arché atravessa todos os seus escritos, sendo o fio condutor do seu pensamento. O forte teor critico do seu pensamento deriva de uma certa compreensão mística que Rubem Alves tem do espirito protestante; mística aqui entendida como movimento de trans-ascendência dos corpos rumo a excedência dos contornos histórico-mundanos que oprimem a vida. Este 'giro místico do protestantismo', foi operacionalizado por Rubem Alves para desconstruir as bases do que chamou de Protestantismo da Reta Doutrina (PRD). Ao mesmo tempo, ao afirmar o corpotência como possiblidade de uma plenitude em meio à penúria, como afirmação da vida em meio à naturalização da morte, como plenitude de uma satisfação insatisfeita, Alves promove um 'giro protestante da mística', desconstruindo uma certa noção de mística como experiência da plenitude e saciedade.

PALAVRAS-CHAVE: Rubem Alves. Espírito protestante. Mística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Marques Cabral, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

 

 

 

Downloads

Publicado

2023-04-30

Como Citar

MARQUES CABRAL, Alexandre; ALMEIDA, Edson Fernando. RUBEM ALVES: DO GIRO MÍSTICO DO PROTESTANTISMO AO GIRO PROTESTANTE DA MÍSTICA. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 55, n. 1, p. 277, 2023. DOI: 10.20911/21768757v55n1p277/2023. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/5283. Acesso em: 18 jul. 2024.