A TEOLOGIA FEMINISTA LATINO-AMERICANA: NOVOS SUJEITOS E NOVAS POSTURAS EPISTEMOLÓGICAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v55n3p725/2023

Resumo

A produção teológica feminista latino-americana foi inicialmente desenvolvida a partir das vivências das mulheres, sobretudo, de suas experiências de invisibilidade, exploração, exclusão e empobrecimento e situada no horizonte da teologia da libertação. Os objetivos foram ampliados, à medida em que a sensibilidade e atenção ao cotidiano confrontam-se com o sexismo, o racismo, o fundamentalismo e o conservadorismo. O objetivo deste artigo é destacar deslocamentos epistemológicos que caracterizam a produção teológica realizada por mulheres nesse contexto, além de identificar as características dessa produção e sua contribuição para o protagonismo das mulheres no campo teológico. A participação delas na teologia tem contribuído para evidenciar a necessidade de justiça social de gênero e fortalecer a luta contra formas de discriminação e opressão presentes nas práticas religiosas e na sociedade em geral. A mulher como sujeito de produção teológica, no contexto da América Latina, tem ampliado seu método diante dos desafios que os novos contornos vivenciais tecem.

PALAVRAS-CHAVE: Teologia. Gênero. Mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-12-27

Como Citar

SERRATO, Andreia Cristina; CANDIOTTO, Jaci de Fátima Souza. A TEOLOGIA FEMINISTA LATINO-AMERICANA: NOVOS SUJEITOS E NOVAS POSTURAS EPISTEMOLÓGICAS. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 55, n. 3, p. 725, 2023. DOI: 10.20911/21768757v55n3p725/2023. Disponível em: https://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/5360. Acesso em: 18 jul. 2024.